Cadastre-se
 

Postado em 17 de janeiro de 2022

Irmão da sertaneja, João Gustavo, acusou a cantora de tentar se promover com a morte dela; equipe emitiu nota para se justificar

 

Naiara Azevedo desistiu de lançar a música que tinha gravado com Marília Mendonça, 50 Por Cento. A decisão foi confirmada em nota emitida pela assessoria de imprensa da cantora, na noite deste domingo (16), após muita polêmica envolvendo os familiares de Marília, que se posicionaram contra a divulgação do trabalho.

"A equipe de Naiara Azevedo tem toda admiração e respeito por Marília Mendonça e sua família, e etende toda delicadeza da situação. O trâmite da gravação da música 50 por Cento foi feito através das duas artistas. Para o lançamento, se faz necessário uma burocracia por parte da gravador a- o que é comum com qualquer feat gravado. A autorização para participação das artistas veio somente no primeiro semestre de 2021, e a liberação de lançamento para início do ano de 2022", justificou a equipe em comunicado.

"Em respeito a família de Marília, e se for da vontade deles não quererem esse lançamento, iremos entender e não lançar a canção", finalizou a porta-voz de Naiara, reforçando que "tudo foi sempre feito dentre os trâmites legais".

A notícia de que a canção seria lançada nas plataformas digitais, no último fim de semana, repercutiu mal entre os familiares de Marília — ela morreu em novembro de 2021. João Gustavo, irmão da sertaneja, acusou Naiara de se aproveitar da morte dela para se promover.

"É muito fácil olhar da janela na casa do vizinho. Estamos aprendendo a separar o joio do trigo. E falem o que quiser, mas nós sabemos o que é verdadeiro e o que não é! Quando pensei em não lançar mais meu trabalho lembrei do quanto ela estava feliz. Engoli o choro, a dor. Fizemos como ela queria. Quem conheceu minha irmã sabe o quanto algumas coisas a deixava magoada. E por isso, não vou deixar ninguém, mas ninguém mesmo se fazer valer da partida dela. Uma coisa vou levar para a vida: Quem ama não usa", postou João Gustavo no Twitter.

"Eu não vou aceitar não gente, ninguém vai ganhar em cima dela não", completou.

 

FONTE: R7

 

Compartilhe